Como mandar WhatsApp sem adicionar contatos ao iPhone

Existe uma forma muito rápida para mandar mensagens via WhatsApp, o famoso Zap, para pessoas que não estão na sua lista de contatos.

Em vez de adicionar o número ao seu telefone, basta abrir o seu navegador favorito e colar o link abaixo:

https://wa.me/55XXYYYYYYYYY

Este link possui o seguinte formato:

  • O 55 é o código internacional do Brasil. Caso você precise mandar mensagens para uma conta WhatsApp de outro país, substitua usando este guia como base.
  • Os X correspondem ao DDD, com dois dígitos e sem parênteses. Substitua pelo  código DDD que você vai usar.
  • Os Y é o número (geralmente com nove dígitos) para o qual você quer mandar mensagem, sem hífens ou espaços. Substitua os Y pelo número

Por exemplo, se você deseja mandar uma mensagem para o número de telefone 98888-8888 e o DDD é 66, seu link ficará assim:

https://wa.me/5566988888888

Visite então esse link. O navegador se encarregará de abrir o WhatsApp e automaticamente iniciar uma conversa com o número desejado.

Facilitando o envio com o app Atalhos do iOS

Para quem tem um iPhone ou um iPad, é possível criar um botão na tela de início do seu dispositivo para automatizar o processo. Esse botão usa o aplicativo Atalhos.

Para usar o atalho, visite o link abaixo no navegador do seu dispositivo iOS:

https://www.icloud.com/shortcuts/ba3e004402b64772a19cf6494e454edf

Toque em Obter atalho e ele será adicionado ao seu iPhone ou iPad. 

Para usar o atalho, siga os passos abaixo:

  1. Abra o novo atalho Zap
  2. No painel que abrirá, digite o DDD e o número para o qual deseja mandar mensagem.
  3. Toque em OK
O atalho Zap em ação no iPhone
O atalho Zap em ação no iPhone

E tá feito. Isso vai abrir o WhatsApp sem você tem que adicionar o número aos seus contatos. Neste atalho, o código do Brasil (55) foi definido por padrão já que basicamente uso o WhatsApp por aqui.

Possíveis erros

Ao clicar em Obter atalho pela primeira vez, talvez você veja o seguinte erro:

Não é possível abrir este atalho porque os ajustes de segurança do app Atalhos não permitem atalhos não confiáveis

Isso aparece porque os ajustes de privacidade do aplicativo ainda estão no modo padrão.

Se esse for seu caso, abra Ajustes no seu dispositivo e então procure por Atalhos. Por lá, ative a opção Atalhos Não Confiáveis e então tente abrir o atalho novamente.

Posts relacionados no WordPress: como arrumar as colunas com CSS

O plugin Jetpack para WordPress vem com um módulo de posts relacionados que automaticamente adiciona, ao final da publicação, uma lista de textos similares. É ideal para direcionar leitores para outros posts relevantes dentro do site.

Você pode configurar os posts relacionados tanto como lista ou em colunas/grade. Ao selecionar a grade, o problema aparece.

Por padrão, o Jetpack força cada post relacionado a ocupar 50% do espaço em dispositivos móveis com telas de até 640px. Como são mostrados três posts, um deles é jogado para uma segunda linha e o resultado fica péssimo:

Posts relacionados em uma tela de celular, resultando em uma coluna quebrada
Que tristeza

Há pelo menos duas formas de resolver isso com CSS:

  1. Forçar cada post a ocupar 1/3 da largura de tela não importando a resolução
  2. Tornar a área responsiva ao mostrar uma lista em dispositivos móveis e uma coluna em telas maiores

Escolhi a segunda pela versatilidade.

O código

Para testar o código, abra o WP Admin e vá em Aparência > Personalizar > CSS Adicional. Agora, adicione as seguintes linhas:

/* JP Related Posts: create a list on small screens and columns on larger ones -- https://wp.me/paOFn3-1fR */
.entry-content #jp-relatedposts .jp-relatedposts-grid {
	width: 100%;
	padding: 0;
	margin: 0;
}

.entry-content #jp-relatedposts .jp-relatedposts-grid .jp-relatedposts-post {
	float: none;
	width: 100%;
	padding: 1.5em 0;
	margin-bottom: 0;
}

.entry-content #jp-relatedposts .jp-relatedposts-post-img {
	width: 100%;
	padding: 0;
	margin-bottom: 1em;
}

@media screen and (min-width: 376px) {
  .entry-content #jp-relatedposts .jp-relatedposts-grid {
		display: flex;
		grid-gap: 1em;
  }
}
/* End JP Related Posts */

Em suma, o código faz o seguinte:

  • Cria uma lista com os posts por padrão ao remover o float e forçar a largura máxima
  • Arruma os espaçamentos e margens
  • Transforma a lista em colunas usando flex em telas com largura maior que 375px. Poderia ter usado grid, mas vamos simplificar.

Como o CSS do Jetpack carrega no rodapé do site, você vai precisar especificar o seu código. Neste exemplo, eu usei a classe .entry-content, presente na maioria dos temas. Outra alternativa seria usar o !important, mas é melhor deixá-lo para último caso.

Como resultado, os posts relacionados ficarão parecidos com a imagem abaixo:

Posts relacionados após o código CSS, em uma lista organizada.

Caso o código acima não funcione no seu site, dê um grito. Talvez seja apenas uma questão de mudar algumas partes do CSS.

Como compartilhar a tela no Zoom no modo apresentador do PowerPoint

O Zoom rapidamente se tornou ferramenta indispensável para o trabalho remoto. Por sorte, existe uma forma de compartilhar uma apresentação ao mesmo tempo em que você lê as notas no PowerPoint, sem a necessidade de um segundo monitor.

Os passos abaixo são para Mac, mas o processo deve ser o mesmo para Windows:

  1. Abra sua apresentação no PowerPoint
  2. Clique em Apresentação de Slides
  3. Clique em Modo de Exibição do Apresentador
  4. Abra o Zoom e, dentro de uma reunião, clique em Compartilhar Tela
  5. No painel que abrirá, selecione a aba Avançar (que deveria ser Avançado, imagino eu)
  6. Clique em Parte da tela e então no botão Compartilhar Tela. Ao fazer isso, o Zoom mostrará uma borda redimensionável de cor verde.
  7. Volte para para sua apresentação no PowerPoint (ainda no modo apresentador) e encaixe essa borda do Zoom na seção da sua tela onde está a apresentação, deixando tanto o próximo slide quanto as notas de fora.

E abaixo, um vídeo em inglês que explica o processo:


Observação: esses passos devem funcionar tanto em Windows quanto em MacOS. Porém, usuários Windows podem ter acesso ao modo apresentador de uma forma ainda mais rápida.

Photopea

Hoje eu aprendi sobre o Photopea, que é basicamente um editor de imagens ao estilo do Photoshop que roda diretamente do navegador. Eu já usava o Pixlr, que recentemente teve dados de seus usuários vazados, então bom saber que há outros serviços parecidos.

WooCommerce: como alinhar verticalmente os botões de compra

O WooCommerce conta agora com blocos que facilitam a criação de páginas personalizadas de produtos e uma das vantagens ao usar os blocos é a facilidade de alinhar o último elemento (por padrão, o botão) de cada produto listado.

Baita mão na roda

Essa opção, porém, não está disponível para sites ainda utilizando o shortcode [products] Nesse caso, ou você usa um plugin como o Woo Align Buttons ou adiciona um código CSS ao seu site:

/* WooCommerce Products Shortcode: bottom-align buttons -- https://wp.me/paOFn3-TO */
@media screen and (min-width: 768px) {  
  ul.products {
    display: flex;
    flex-wrap: wrap;
  }
   
  ul.products li.product {
    display: flex;
    flex-direction: column;
    justify-content: space-between;
  }
   
  ul.products li.product .button {
    align-self: center;
  }
}

E segue o resultado:

Imagens que trazem paz: botões propriamente alinhados

Caso queira mudar o alinhamento dos botões, mude o valor do align-self para um outro qualquer.

Gerenciando pedidos via WhatsApp com o GoomerGo

Com o coronavírus comendo solto, estabelecimentos comerciais também precisaram se adaptar ao mundo online. Como o mundo do comércio eletrônico não é algo fácil de se domar, empreendedores estão se virando com as ferramentas do dia-a-dia: redes sociais e/ou WhatsApp.

O problema é que essas ferramentas não são as ideais, e qualquer pedido tem a enorme chance de virar uma conversa de vários minutos:

Qual o cardápio? Quanto custa o produto? Quanto é o frete? Posso retirar no local? Até que horas vocês ficam abertos?

Quando se tem somente dois ou três pedidos, o processo até flui. O problema é quando são 30. Ou 50.

Pra quem precisa entrar rapidamente na internet sem gastar dinheiro ou tempo com implementação, uma dica é o GoomerGo, um serviço bem bacana que encontrei esses dias num restaurante do meu bairro. Gratuito, ele ajuda a criar um site, listar produtos, escolher formas de entrega, adicionar horário de atendimento e gerar um pedido bem formatadinho, mandado via WhatsApp para o telefone da empresa:

Você faz o pedido através do site e o restaurante recebe um resumo dele diretamente no telefone

Obviamente, você ainda gerencia os pedidos através de uma ferramenta que não foi feita pra isso. Porém, a vantagem é cortar o papo desnecessário, gerar um pedido completo e permitir que seu tempo seja gasto em coisas mais importantes. É um baita serviço para empreendedores que precisam se adaptar aos novos tempos.

Home office ou trabalho remoto: ferramentas digitais em tempos de mudança

O coronavírus impôs uma nova realidade ao mundo e, consequentemente, à muitos trabalhadores que tiveram que rapidamente lidar com essa mudança radical de cultura. Em questão de dias, muitas pessoas entraram no mundo do home office, e trabalhar de casa, preparar sua rotina, cuidar dos filhos e ainda evitar a procrastinação e a falta de foco se tornaram um enorme desafio.

Inúmeros textos brotaram, pós COVID-19, sobre trabalho remoto. A maioria dos que li focam em dicas e orientações geais, algo que eu mesmo esbocei aqui há uns anos. Como as dicas ainda são as mesmas, resolvi focar em ferramentas que me ajudam a trabalhar de casa.

Continue reading “Home office ou trabalho remoto: ferramentas digitais em tempos de mudança”

Como esconder o pop-up de login e navegar no Instagram sem uma conta

Atualização (20/05/21): ainda não entendi a lógica, mas alguns perfis do Instagram são automaticamente redirecionados para a página de login/criação de conta.

A internet, que antes se assemelhava a uma cidade aberta, em que cada cidadão tinha sua própria voz e podia falar e flanar entre iguais, tornou-se um conjunto de grandes condomínios fechados. Cada um deles com regras próprias, que determinam como a informação circula.

No entanto, hoje boa parte da informação na rede é publicada “intramuros”. Não aparece em buscadores e é preciso fazer “login” para acessá-la.

Ronaldo Lemos, em coluna na Folha
Continue reading “Como esconder o pop-up de login e navegar no Instagram sem uma conta”