Baderneiros, vândalos, bandidos mascarados e demais desqualificações

Ilustração de Marco Marilungo sobre a "Manifestação dos Indignados" que ocorreu há dois anos, em Roma. Lá, os "baderneiros encapuzados" também se fizeram presentes.
Ilustração de Marco Marilungo sobre a “Manifestação dos Indignados” que ocorreu há dois anos, em Roma. Vejam só que incrível coincidência.

Enfim, o posterior “avacalhamento” público, distorção e “manipulação” das manifestações pela mídia (incluindo governo) é, certamente, a única regra que se deve tomar como verdadeira ao se expressar nas ruas. A desqualificação de greves, ocupações, manifestos e claro, protestos violentos ou não, é a principal e mais eficaz arma de desmobilização e desarticulação de qualquer manifestação, independente da causa e do número de manifestantes.

(…)

50 mil na rua e só se fala em “vandalismo e depredação”.

Seja pelas muitas testemunhas que viram com receio a ação direta dos black blocs mais como “ataque” do que como “revide” contra a repressão da polícia; ou, ainda mais importante, seja pelo evidente enfoque que todo o aparato midiático e governista já está dando na desqualificação das manifestações em “vandalismo”, buscando uma vitimização da polícia e do governo local, a ação violenta dos black blocs e simpatizantes está produzindo exatamente os resultados previstos no enredo tradicional: esvaziamento das pautas e a criminalização das manifestações radicais. E seria bastante ingênuo subestimar o poder de formação de consenso do aparelho midiático alinhado ao aparelho estatal aliado.

É fundamental lembrar que, tão ou mais importante do que o fato em si, é como o fato é interpretado e repercutido pelos agentes do seu tempo.

De Derrota em derrota

 

WordPress 3.6: suporte a áudio e vídeo no core

Eeeeeita
Eeeeeita

Enfim, um pedido antigo foi atendido. A partir da versão 3.6, o WordPress terá suporte no core para arquivos de áudio e de vídeo. O que isso significa? Bem, isso quer dizer que você não dará mais aquela brochada, costumeira de outras versões, cada vez que clicar no botão de mídia esperando um milagre. Agora, com a ajuda da biblioteca escolhida MediaElement.js, as mídias usarão as tags de áudio e vídeo do HTML5 sempre que houver suporte. Caso contrário, os plugins do Flash ou do Silverlight entram em ação.

Outras coisas legais:

  • Novos shortcodes  e , com um belo número de parâmetros;
  • Novas funções para desenvolvedores de temas: the_post_format_audio() and the_post_format_video();
  • A possibilidade de mudar o estilo dos players via CSS;
  • E, se você em TOC com as tags ID3 das suas mp3, ficará feliz em saber que esses metadados estarão disponíveis automaticamente na página da sua mídia.

Leia mais no Make WordPress Core.